Publicado em 22/03/16

Páprica

PápricaCapsicum tetragonum

Picância: 0

Espanhol: Pimentón, Francês: piment doux, Inglês: Paprika

A páprica pode ser chamada de pimenta-húngara ou pimenta-espanhola e nada mais é do que a mistura de pimentões secos e moídos que formam um pó de cor vermelha forte. Seu nome veio do húngaro e trata-se do tempero símbolo da cozinha do país que é o maior produtor mundial. Outro país que se destaca é a Argentina cuja as províncias de Salta e Jujuy ao norte do país, correspondem a uma importante região produtora do pimentón. Durante os meses de março, abril e maio é possível passear para região e se deparar com a secagem dos frutos ao sol, imensos tapetes vermelhos que oferecem um verdadeiro espetáculo para os olhos. Já na Espanha se encontra a páprica extraída do fruto defumado, chamado também de pimentón, em Portugal páprica é o colorau brasileiro, só para confundir um pouco.

secado de pimiento
Secado de pimientos, em Payogasta, cercanias de Cachi. Argentina

Trata-se de é um condimento fácil de ser encontrado e pode ser uma alternativa para aqueles que não gostam de temperos picantes. Além de sabor ela também realça o sabor de muitos pratos, mas não se deve utilizar como corante. Nesse caso dê preferência ao colorau que explico na parte das especiarias brasileiras.

A páprica é uma boa alternativa para ser fazer uma pimenta em pó com ardor mais suave, para tanto basta misturar a páprica. Desse resultando podemos ter uma pimenta mais amena ou uma páprica picante!

Uma das minhas versões preferidas da páprica é a sua versão defumada, cujo sabor e textura faz qualquer molho ficar divino. Ela ainda pode ser utilizada com sucesso em pratos com ovos, legumes, molhos de tomate e queijos, por exemplo. A indústria dos cosméticos não fica para trás e um dos produtos mais curiosos que conheci foi o sabonete de páprica que comprei em uma pequena tenda turística dentro da cidadela dos antigos cruzados na antigo por de Akko em Israel. O “tema” do sabonete me cativou, mas confesso que como sabonete ficou um pouco a desejar, da páprica nota-se somente a tonalidade avermelhada.

Interior da cidadela dos Cruzados, Akko, Israel
Interior da cidadela dos Cruzados, Akko, Israel
CATEGORIAS:
TAGS:
Autor
Prof. André Mafra

Andre Mafra

  Estudioso da área de culinária desde 2010, dedica-se a pesquisar e estudar sobre alimentação e especiarias. Realizou viagens aos… Continue lendo.

Error: Access Token is not valid or has expired. Feed will not update.
This error message is only visible to WordPress admins

There's an issue with the Instagram Access Token that you are using. Please obtain a new Access Token on the plugin's Settings page.
If you continue to have an issue with your Access Token then please see this FAQ for more information.

Instagram

Tópicos recentes

Comentários

Arquivos

Meta

Páginas