Publicado em 22/02/16

Funcho

Funcho – Foeniculum vulgare

Espanhol: Hinojo; Inglês: Fennel, sweet fennel; Francês: Aneth doux, Fenouil; Hindi: Saunf, sonf·.

DSC_5289
Menta, funcho (alto) e hibisco.

O funcho é nativo do sul da Europa e seu cultivo é bem expressivo na Itália, França, Grécia. Atualmente, sua produção de sementes é bastante grande e o funcho passou a ser conhecido em todo o mundo. Pode ser chamado de falso-anis.

O funcho, por possuir anetol seu óleo essencial, possui sabor semelhante, mas menos doce que o da erva doce. Suas sementes também se assemelham bastante com as da sua “prima”. As do funcho são pequenas, mas ainda maiores do que as de erva-doce, ambas possuem sulcos transversais, mas as do funcho são mais acentuados e dão a elas uma tonalidade mais clara. Há também uma variação da Europa central conhecida como funcho amargo.

É popularmente conhecido por ser um ótimo digestivo e calmante, mas sua utilização gastronômica no Ocidente é restrita. Na Índia é destaque onde sua utilização é bastante ampla[1], algumas vezes compõem diversas mesclas de especiarias como o garam masálá. Está sempre presente, em potes nas saídas de restaurantes, em misturas chamadas mouth refreshers, para combate ao mau hálito e facilitar a digestão dos mais glutões. Também é utilizado como base de algumas bebidas alcoólicas.

[1]              Muita gente confunde funcho com erva doce. O funcho é bastante usado na culinária indiana, a erva doce não, esclarece Camellia Panjabi em seu 50 great curries of India, página 37.

CATEGORIAS:
TAGS:
Autor
Prof. André Mafra

Andre Mafra

  Estudioso da área de culinária desde 2010, dedica-se a pesquisar e estudar sobre alimentação e especiarias. Realizou viagens aos… Continue lendo.

Instagram

Tópicos recentes

Comentários

Arquivos

Meta

Páginas